Páginas

28.8.13

Artista e Conceito - Moema Branquinho

Moema Branquinho - nasceu no Rio de Janeiro em 1964, é filha da pintora alagoana Maria Teresa Vieira e do escultor português José Cesar Branquinho. Sua formação é extensa. Onde pode conhecer diversas técnicas (pintura, cerâmica, serigrafia, xilogravura, fotografia, pedra sabão, mármore, metal, gesso e resina de poliéster). Do qual teve a oportunidade de se aprofundar na área da educação e ter uma ampla experiência com a artista educadora Maria Teresa Vieira, tendo uma supervisão da mesma, atendendo uma clientela específica na área de arteterapia. Freqüentou as aulas de Celeida Tostes, com quem pôde desenvolver sua habilidade no material cerâmico e vítreo. Em seguida, Moema partiu para a França, em 1987 onde estudou por seis anos, na École Nationale Supérieure des Beaux-Arts de Paris especializando-se na área do Mosaico Artístico.
Voltando ao Brasil em 1993, onde desde então continuou desenvolvendo suas obras e também projetos arquitetônicos, cria uma linguagem própria, personalizando assim este trabalho. A partir da técnica de assemblage, formando uma nova concepção e dimensão do mosaico. Tendo realizado entre 2005 e 2006 uma Oficina de Mosaico envolvendo 80 jovens da Comunidade da Maré no projeto “Reciclagem Solidária” e igualmente um projeto de Educação Ambiental com alunos da 4ª a 8ª série em 2007 e 2008 para (crianças e jovens entre 10 e 16 anos). Utilizando azulejos, pastilhas de vidro e resíduos urbanos como (cacos de vidro, telhas, plástico...), ou seja, também fragmentos que podem ser transformados em matéria-prima para a composição de painéis e objetos, despertando a conscientização ambiental. Em abril de 2006 até julho de 2010 desenvolveu um trabalho com dependentes químicos do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas CAPS-ad Alameda – Niterói, onde coordenou artisticamente um projeto em especial inspirado nas obras do artista espanhol Joan Miró, envolvendo cerca de 15 pacientes na criação e releitura da pintura - desenho na execução de mosaicos, compondo um trabalho coletivo, criando (friso, rodameio e painéis) com os seguintes materiais, azulejo, pastilhas de vidro Vidrotil e Bisazza entre outros, para ser inserido em três espaços distintos: administração, consultório médico e área externa. A partir de abril de 2008 foi convidada em participar do corpo docente do Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Santa Úrsula, criando o Curso Introdução ao Mosaico como disciplina Eletiva: Complementação em Artes I, e a disciplina Plástica, I, II e IV para estudantes de arquitetura. (em andamento). Atualmente coordena Cursos e Workshop’s de Mosaico Artístico para iniciantes e avançados no seu Atelier particular – no IAA – Instituto de Arquitetura e Artes – igualmente na Universidade Santa Úrsula e vem realizando também em outras regiões do Brasil workshop’s e palestras focando a arte do mosaico tradicional e contemporâneo. Em julho de 2011 participou da exposição coletiva: “Hommage a Riccardo Licata” em Paray-le-Monial na França. E igualmente num Centro avançado de ensino ao Mosaico Contemporâneo participou como palestrante suas “Experiências Pedagógicas entorno da Arte Musiva” [Arte do Mosaico] na mesma cidade. E em outubro de 2011 participou da Seconda edizione 2011 - Primo Festival Internazionale di Mosaico Contemporaneo Ravenna Mosaico – 8 de outubro a 20 de novembro de 2011. No Currículo da artista ainda consta de publicações de artigos em revistas especializadas em mosaico como também a participação em um livro na área de restauração. Realizou diversas Exposições coletivas e individuais na Argentina, no Brasil, na França e na Itália. Além das atividades entorno da Arte Musiva, a artista atua como arte educadora, desenvolvendo projetos artísticos e programas sociais, com crianças, jovens e adultos em Escolas, empresas, ONG... Como também executou vários projetos arquitetônicos para espaços públicos residênciais, brevemente será inaugurado um painel de 30 m2. Moema vive e trabalha no Rio de Janeiro.